Museu de Zoologia João Moojen
Universidade Federal de Viçosa

Laboratório de Ornitologia

Coordenação
Prof. Rômulo Ribon
Skype: romuloribon
TEL: +55 (031) 3899-2207 (gabinete)
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3369144499318404

Clique aqui para baixar o arquivo com orientações gerais para interessados em cursar o Mestrado em Biologia Animal na área da Ornitologia.


Nosso Logotipo

O nosso logotipo representa o tovacuçu (ou “tovaca-açu”, que significa “tovaca grande”) (Grallaria varia), ave da família Formicariidae que vive no solo de florestas primárias da Amazônia e Mata Atlântica. O desenho foi feito originalmente em preto e branco pelo pintor Eduardo Paretoni Brettas (www.avesdobrasil.com.br) e então trabalhado pelo biólogo Luciano Guerra Cotta.

É praticamente desconhecida do público em geral e, por isso mesmo, foi escolhida como símbolo do laboratório – como um alerta sobre os milhares de espécies que estão sendo perdidas no mundo sem que as pessoas se dêem conta. Juntamente com pelo menos outras 27 espécies de aves, o tavacuçu foi extinto na região de Viçosa (clique aqui e faça o download da publicação) e em grande parte do estado de Minas Gerais. Infelizmente, a maioria das pessoas não faz a mínima idéia desse estado de deterioração da nossa avifauna. O tovacuçu é uma espécie sensível à destruição e fragmentação florestal, um problema mundial para a conservação da biodiversidade. Sua voz marcante e a dificuldade em ser vista torna nossas florestas ainda mais atraentes e espetaculares.


Principais Linhas de Pesquisas

Comunidades de aves / inventários avifaunísticos – baseando-se em identificações visuais e auditivas, o objetivo dessa linha é realizar inventários de avifauna tanto para pesquisa básica como aplicada, com especial ênfase na criação, manejo e monitoramento da avifauna em unidades de conservação públicas e privadas. Adicionalmente, os trabalhos de inventário são a base para estudos biogeográficos mais amplos, bem como para o teste de várias teorias ecológicas. Indicada a estudantes que já tenham treinamento na identificação de aves em campo.

Bioacústica – o objetivo dessa linha de pesquisa em nosso laboratório tem sido, em primeiro lugar, coletar, armazenar caracterizar de forma sistemática as vocalizações das aves brasileiras. A partir dessa caracterização pretende-se criar um ponto de partida para estudos comportamentais mais detalhados. A caracterização das vocalizações também visa subsidiar a identificação de aves em campo, em trabalhos sobre populações e comunidades. O apoio para a implementação desta linha tem vindo de recursos pessoais e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).

Censos populacionais – o objetivo básico dos censos, aplicados a uma única espécie ou a várias espécies simultaneamente (nesse caso, confundindo-se com a linha “caracterização de comunidades” é determinar a abundância das aves. Dados de abundância permitem o estabelecimento de um ponto de partida para o monitoramento de populações de aves a longo prazo.

Metodologias de amostragem – essa linha de pesquisa visa avaliar a eficiência da aplicação de diferentes métodos de censos de aves na determinação da riqueza e abundância das espécies. Temos experiência no uso de métodos de contagem por pontos (point counts), de transectos de varredura (utilizando cães-de-caça), de mapeamento de territórios e de listas de Mackinnon.